1.5.07

TrueType: Mais um campeão de audiência! De novo

Lembra aquelas fontes que pareciam o gerador de caracteres da Rede Globo (a propósito, a expressão "Gerador de Caracteres da Rede Globo" é exclusiva deste blog em toda a Internet, procure no Google!! Caramba, isso era uma das melhores coisas que eles tinham e só eu que falo disso, nem eles próprios?!)

Pois é, Brasil. Já fiz duas, e com vocês, mais uma tentativa. E porquê isso? É que o original dessas fontes é em baixa resolução, em bitmap, na memória de um aparelho que sei lá de que marca é, que deve estar largado em algum canto da Rua Von Martius ou coisa que o valha. Sem falar que nunca vi essa fonte impressa "ao vivo" - só vi pela TV, quando mostraram a sinalização que existia nos corredores do jornal O Globo. E eu queria saber porquê até hoje nenhuma empresa das que estão aí (ITC, Esselte, FontFont e tantas outras) tomou iniciativa parecida com a minha, de pegar esse typeface e "ressuscitá-lo" fazendo TrueType ou Type 1 dessa fonte! Akzar o delas.

Refiz a fonte por causa de alguns problemas em relação a proporção das letras maiúsculas e minúsculas, além de não ter notado alguns detalhes em algumas letras (um canto arredondado na borda do "E" minusculo foi uma das coisas mais difíceis de confeccionar que eu já encarei!)
Não é fácil, minha gente. Todas as minhas referências estão no YouTube. E as minhas gravações de TV mais antigas que tenho em casa são de 1991, quando esse equipamento que eu faço menção aqui já começava a ser aposentado.

E com uma novedad: em homenagem à Lucília Diniz, versão light - algo que não existia na tela da TV, mas que assim vai existir na sua impressora.

Enfim, baixe a fonte aqui, e rápido, sei lá até quando eles mantém o arquivo: http://putstuff.putfile.com/75126/2103219. Sites de fontes TrueType estão gentilmente convidados a aumentarem seu repertório com mais estas fontes.

Uma curiosidade: Hans Donner já criou muitas fontes! Mas não há nenhuma palavra a respeito da fonte em epígrafe em seu site oficial, o que mostra que ela já existia em algum lugar e ele apenas a selecionou pra fazer parte da nova diagramação visual da Rede Globo, implantada por ele, e que por mais de 20 anos, fez a concorrência comer poeira.

Um comentário:

Gustavo Berriel disse...

Viu só!? O Cara é bom! Já até baixei.

Vale mandar currículo pra Globo com essa fonte?