13.3.06

Philishave: Essa eu tô pagando pra ver

O Pânico na TV está em uma babação de ovo (um merchandising um tanto dispharçado) pra cima dos barbeadores Philishave, da Philips (d'oh, da Gradiente!) dizendo inclusive que ninguém mais vai phazer a barba de outro jeito, alfinetando até mesmo fabricantes de lâminas e creme de barbear !! Como um grande duvidador, que já duvidou de trocentas coisas na Internet (só não duvido mais porquê eu não sou ateu), duvideodó!

Tenho um Philishave de 3 cabeças com 10 anos de idade, e ele só corta alguma coisa antes de esquentar. Depois que esquentou ele serve como pente, peso de papel, rolha de garrafa, poste telegráfico, pra criançada brincar de microfone de rádio de caminhão, etc, porquê não corta mais nada.
Meu avô materno tinha um Philishave à pilha, holandês, provavelmente dos anos 50 ou 60. Já fiz barba com aquilo e dói que é uma coisa. E o pior é que a sensação não é muito diferente do meu Philishave elétrico de 1995.

Se eu não estivesse completamente durango, depois do caso da placa de som que virou pó, eu juro que eu desafiaria a Philips naquela história de usar por 30 dias ou seu dinheiro de vuelta. Philips, I'm your worst nightmare!... (E olha que eu adoro o televisor de LCD docêis que eu uso como monitor deste computador!)

Um comentário:

Reverendo Majo Jojo disse...

A versão oficial é que, por comerem o fruto proibido, Eva foi castigada com a dor do parto e Adão foi punido com o dever de trabalhar para se sustentar. Entretanto, a ascensão feminina no mercado de trabalho mostra que essa interpretação está equivocada. Na realidade, o castigo para Adão (e para a maioria dos homens) foi ter pêlos faciais nascendo diaria e irritantemente. Verdadeiras monstros que, quanto mais são cortados, mais fortes, numerosos e pinicantes nascem. Um castigo para torturador nenhum botar defeito.